02/04/2018 13:51 - Atualizado em 02/04/2018

Scheidt vence três regatas e conquista título paulista da Classe Star

Velejando ao lado de Arthur Lopes, bicampeão olímpico dominou as provas do domingo para ser campeão em sua volta às competições na represa de Guarapiranga.

 Robert Scheidt é campeão paulista da Classe Star 2018. Ao lado de Arthur Lopes, o bicampeão olímpico ganhou as três regatas disputadas neste domingo de Páscoa (1), no Yacht Club Santo Amaro, em São Paulo, e conquistou o título da competição estadual. O segundo lugar ficou com Torben Grael, seguido por Dino Pascolato. “É bom voltar a vencer depois de dois vices seguidos”, disse o iatista, lembrando das medalhas de prata na SSL Finals, em dezembro de 2017, e da Bacardi Cup, no início de março.

Scheidt conhece bom a represa de Guarapiranga. Formado no Yacht Club Santo Amaro, o bicampeão olímpico voltou a disputar regatas em sua cidade natal após cinco anos. “Competir no YCSA novamente é uma alegria muito grande. Em função do ciclo olímpico da Rio 2016, treinei muito no Rio de Janeiro nos últimos anos. Por tudo isso, essa volta, e com título, é realmente um momento muito especial”, afirmou o maior medalhista do Brasil, com cinco pódios, e que tem patrocínio do Banco do Brasil, Rolex e apoio do COB e CBVela.

Velejando com o barco de Arthur Lopes, Robert iniciou o domingo de Páscoa na liderança do Estadual. Mantendo a regularidade nas provas de sábado (31), cruzou a linha de chegada na segunda colocação em todas. "Tivemos um dia maravilhoso neste domingo de Páscoa. Muito sol e vitória nas três regatas. O vento foi aumentando, a primeira prova com vento fraco, a segunda médio e a terceira forte. A primeira foi bem disputada, porque viemos de trás e conseguimos recuperar. As outras duas, ganhamos do início ao fim. O Arthur fez um excelente trabalho na proa e a gente se entrosou bem rápido. Resumindo, estamos muito felizes”, completou Scheidt.

Temporada na Star - O grande objetivo de Scheidt na Star, em 2018, é a SSL Finals, em dezembro, nas Bahamas, competição a qual conquistou a medalha de prata em 2017, ao lado do proeiro Henry Boenning, o Maguila. “No segundo semestre, vou encaixar o Campeonato Sul-Americano, no Rio de Janeiro, em novembro. Mas pode ser que eu ainda entre em mais competições. Tudo vai depender da agenda”, revela Robert.

Carreira vitoriosa - Robert Scheidt tem duas medalhas de ouro olímpicas (Atlanta/96 e Atenas/2004 e uma prata (Sidney/2000) na classe Laser, mais uma prata e um bronze na Star (Pequim/2008 e Londres/2012). Ao todo, são 11 títulos mundiais na Laser e três na Star. Na Rio/2106, terminou na quarta colocação. Scheidt tem patrocínio do Banco do Brasil e Rolex e apoio do COB e CBVela.

Maior atleta olímpico brasileiro

Cinco medalhas:Ouro : Atlanta/96 e Atenas/2004 (ambas na classe Laser)
Prata : Sidney/2000 (Laser) e Pequim/2008 (Star)
Bronze : Londres/2012 (Star) 

178 títulos - 86 internacionais e 92 nacionais, incluindo a Semana Internacional do Rio, o Campeonato Brasileiro de Laser e a etapa de Miami da Copa do Mundo, todos em 2016. Em novembro de 2017, pela Star, conquistou a Taça Royal Thames e, neste domingo, o Paulista de Star.

Laser- Onze títulos mundiais - 1991 (juvenil), 1995, 1996, 1997, 2000, 2001, 2002*, 2004 e 2005 e 2013
*Em 2002, foram realizados, separadamente, o Mundial de Vela da Isaf e o Mundial de Laser, ambos vencidos por Robert Scheidt
- Três medalhas olímpicas - ouro em Atlanta/1996 e Atenas/2004, prata em Sydney/2000

Star- Três títulos mundiais - 2007, 2011 e 2012*
*Além de Scheidt e Bruno Prada, só os italianos Agostino Straulino e Nicolo Rode venceram três mundiais velejando juntos, na história da classe
- Duas medalhas olímpicas - prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012

Por: ZDL

Fotos: Divulgação


Mais notícias de Vela